Finlândia aumentará os impostos dos mais ricos para acolher refugiados

Diante da crise migratória vivida na Europa, ministro das Finanças pretende ampliar em dez vezes sua capacidade de receber refugiados, principalmente aqueles que vêm da Síria
Do Portal FORUM

Enquanto diversos países da Europa fecham o cerco e negam a entrada de refugiados da Síria e de outros países, a Finlândia procura ampliar a sua capacidade de acolher os imigrantes. O ministro das Finanças do país apresentou, na última semana, uma proposta para aumentar o imposto de renda da parcela mais rica da população para angariar recursos e, assim, poder oferecer asilo a mais pessoas.

Denominada “imposto da solidariedade”, a proposta faria com que o país pudesse receber um número dez vezes maior de pessoas e vem diante do aumento da demanda dos pedidos de asilo. No ano passado o país recebeu, ao todo, 3,6 mil pedidos, enquanto somente este ano já foram 30 mil.

Com o aumento dos impostos dos mais ricos, o país conseguirá equilibrar as contas, já que o aumento do fluxo migratório deve custar aos cofres públicos finlandeses cerca de 114 milhões de euros (R$ 494 milhões).

Essa não é a primeira vez que a Finlândia sinaliza solidariedade para com os refugiados. No início do mês o premiê finlandês Juha Sipila disse que colocaria sua casa no norte do país à disposição dos refugiados.

Comentário do Blogueiro: Já aqui no Brasil, ricaços e atrasados de todo tipo não aceitam nenhum imposto pra melhorar a condição dos mais pobres. Quando vem a crise, ao invés de ajudar aos mais pobres, vão logo cortando dinheiro do Bolsa Família, do PRONATEC, das aposentadorias.

Luíz Müller Blog

Finlândia aumentará os impostos dos mais ricos para acolher refugiados

Diante da crise migratória vivida na Europa, ministro das Finanças pretende ampliar em dez vezes sua capacidade de receber refugiados, principalmente aqueles que vêm da Síria

Do Portal FORUM

Enquanto diversos países da Europa fecham o cerco e negam a entrada de refugiados da Síria e de outros países, a Finlândia procura ampliar a sua capacidade de acolher os imigrantes. O ministro das Finanças do país apresentou, na última semana, uma proposta para aumentar o imposto de renda da parcela mais rica da população para angariar recursos e, assim, poder oferecer asilo a mais pessoas.

Denominada “imposto da solidariedade”, a proposta faria com que o país pudesse receber um número dez vezes maior de pessoas e vem diante do aumento da demanda dos pedidos de asilo. No ano passado o país recebeu, ao todo, 3,6 mil pedidos, enquanto somente este ano já foram 30 mil.

Com o aumento dos impostos…

Ver o post original 113 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s